BOLSONARO: MITO? OU RETROCESSO? (opinião)

By: Michaell Lange,

09/03/17 –

A idéia pouco inteligente, de liberar o porte de armas no Brasil ganha força na medida em que o populismo radical de Bolsonaro ganha novos adeptos. O Deputado Federal esta no Congresso nacional desde 1990 a um custo anual de aproximadamente R$1.5 milhões de Reais, ja pertenceu a inúmeros partidos políticos como: PDC, PPR, PPB, PTB, PFL, PP e mais recentemente PSC. Até o ano passado ele não havia passado um único projeto de Lei. O mesmo Bolsonaro que apoiou a operação Beco Sem Saída em 1987, que planejava explodir bombas na Academia Militar das Agulhas Negras, e ter planejado explodir o reservatório de água que abastece a cidade do Rio de Janeiro em protesto contra os baixos salários da sua categoria, é o mesmo Bolsonaro que hoje chama os estudantes, os professores e os servidores públicos, de vagabundos por protestarem contra os baixos salários e as más condições do ensino púbico Nacional. Bolsonaro fez tanto por sua categoria que os militares até hoje continuam sucateados e com salários vergonhosos. A própria Policia Militar do seu estado, RJ, esteve em greve por falta de pagamento de salários.

Bolsonaro é o cara! É um mito! dizem seus seguidores. O político, candidato a presidência em 2018, usa o lema: “bandido bom é bandido morto”, mas trabalha numa casa cheia de bandidos, é aliado de bandidos, amigo de bandidos, e apoia bandidos que estão presos. Obviamente, quando ele se refere a bandido morto, não é dos seus amigos e aliados que ele esta se referindo, mas sim do pobre periférico que para ele não tem valor algum.

O mito Bolsonaro, é aquele mesmo que afirmou em rede nacional que se for presidente, dará um golpe imediatamente, fechando o Congresso Nacional. Ele ainda disse que com voto não se resolve nada no Brasil, mesmo que ele tenha dependido do voto para se tornar deputado. Segundo o mito Bolsonaro, o único jeito para o Brasil é fazer o que não fizeram no regime militar, matar uns 30 mil, disse ele. Ele também classificou a democracia como uma “porcaria”, mesmo precisando dela para poder realizar seu grande sonho. Bolsonaro é mesmo um cara incrível. Mas, mais incrível ainda são seus seguidores que acreditam cegamente que o mito é a solução para os problemas do Brasil mesmo que ele nunca tenha resolvido nada durante sua longa carreira política.

Bolsonaro promete legalizar o porte de armas de fogo caso seja eleito democraticamente através do voto direto que ele mesmo afirma não prestar para nada. Seus seguidores em quase sua totalidade apoiam essa idéia. Até mesmo na polícia Militar, que irá morrer aos montes, Bolsonaro encontra apoiadores para suas idéias absurdas. Mas, o que seus seguidores não percebem é que a liberação do porte de arma será para todos os Brasileiros, assim como é nos EUA onde um indivíduo portador de doença mental pode comprar uma arma de grosso calibre, e um suspeito de terrorismo sob investigação do FBI, pode comprar um AR15, entrar numa boate gay e promover um massacre como o que aconteceu em Orlando em 2016 deixando 50 pessoas mortas.

Hoje no Brasil, tanto a policia quanto o cidadão, tem uma clara distinção do que é ser um bandido. Se você encontrar alguém armado na rua, ou ele é bandido ou é policial. A policia quando chega na periferia controlada pelo narcotráfico, tem a distinção clara de que se alguém estiver armado, trata-se de um integrante do narcotráfico. Agora imagine o porte livre de armas no Brasil. A policia chega na periferia controlada pelo narcotráfico e encontra todo mundo armado, legalmente! Quem é inocente (cidadão de bem)? e quem é bandido? Como a policia vai distinguir quem é quem? Como a policia irá dar as costas para pessoas armadas sem colocar a sua própria segurança em risco? Ou o Bolsonaro pretende criar uma exceção na Lei limitando o porte de armas para negros e pobres? A idéia é tão maluca que me falta adjetivos para expressar tamanho absurdo. O apoio a um político com idéias tão radicais e absurdas, vai muito além da compreensão humana. É de fato, um caso clássico de Peru lutando a favor da ceia de Natal, é o peixe lutando contra a proibição da pesca, e o boi lutando a favor do churrasco. Dessa mesma forma, ha quem apoie Bolsonaro.

Estamos tratando apenas de um único aspecto da idéia “Bolsonariana” de legalizar o uso de armas de fogo onde o único beneficiário sera certamente, o fabricante de armas Americano e o vendedor no Brasil. Nos EUA, mais de 100 crianças morrem todos os anos por acidentes com armas de fogo. Imagine um Brasil onde todos terão armas de fogo de diferentes calibres dentro de casa, no carro e na rua? Um estudo publicado pelo Jornal Britânico The Guardian, afirma que 8 em cada 10 destas fatalidades ocorrem em locais onde a criança esta em maior segurança ou seja, dentro de suas casas, na casa de parentes e dentro do carro. O estudo também aponta que a maioria dos acidentes fatais com armas de fogo envolvendo crianças, ocorrem na faixa de idade entre 2 e 4 anos, e 10 e 13 anos. Apenas em 2015 foram mais de 50 mil incidentes envolvendo armas de fogo nos EUA, onde o armamento mata em média de 36 pessoas por dia. Apesar do terrorismo dominar os noticiários, entre 2005 e 2015, 71 Americanos morreram vitimas de terrorismo. O número de vitimas fatais causadas por armas de fogo no mesmo período é, 301.797 pessoas. Agora imaginem quais serão os números no Brasil onde atualmente o número de homicídios ja ultrapassa 50 mil por ano, sem porte legal de armas?

Bolsonaro acredita que o sucesso só é possível através da violência. Por isso, ele ignora inúmeros exemplos que comprovam a irracionalidade das suas idéias. Bolsonaro ignora casos de sucesso como os países Escandinavos, o Reino Unido, Alemanha, e boa parte da Europa onde armas de fogo são proibidas e não há pena de morte. Os números da violência são infinitamente mais baixos que os Americanos. No Reino Unido, um país com 60 milhões de habitantes, apenas 3 pessoas foram mortas por armas de fogo em 2015. É obvio que seria pretensão comparar o Brasil com a Europa. Mas esse não é o objetivo aqui. O objetivo é definir quais são os melhores exemplos a serem seguidos e segui-los. Para os olhos limitados do “mito” Bolsonaro, a indústria trilionária de armas dos EUA é a única coisa que ele consegue enxergar. Resta saber se seus seguidores continuarão a segui-lo cegamente, ou abrirão os olhos para ver que uma pessoa que esta no Congresso Nacional desde 1990 a um custo anual de 1.5 milhões de Reais sem nunca ter feito nada para o bem estar social do povo Brasileiro, nem para o povo do seu estado e menos ainda para o seu eleitorado militar, será realmente o salvador da pátria Brasileira ou se quer, um defensor dos direitos do povo Brasileiro. O Brasil corre o risco de eleger democraticamente um regime militar ditatorial e pagar o maior mico da história política mundial. De mito é certo que Bolsonaro tem muito pouco. Mas não faltam idéias malucas na cabeça desse militar que é contra o voto e contra a democracia mesmo precisando dos dois para realizar seu grande sonho de ser presidente do Brasil. Bolsonaro Presidente seria o maior retrocesso na montanha russa do desenvolvimento do Brasil. Aos seus seguidores resta um único conselho: Analisem os fatos!

 

2 thoughts on “BOLSONARO: MITO? OU RETROCESSO? (opinião)

  1. Quanta bobagem você falou, acusações vazias e invenções mentirosas e sem provas, mas o site é seu você pode falar a asneira que quiser.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s