O BRASIL E SEUS ABSURDOS (crítica)

By: Michaell Lange,

London, 25/11/16 –

Tenho acompanhado cada vez mais estarrecido, as noticias sobre o andamento da política nacional Brasileira. É certo que o mundo vive um momento político de extremos, mas o Brasil supera qualquer nação no quesito absurdos. Nosso povo tem esse talento incrível de exceder e redefinir as fronteiras do inacreditável, a ponto de normalizarmos o que seria inaceitável. Não paramos de nos surpreender com nossa própria capacidade de destruir aquilo que daria certo sem precisar fazer muito esforço.

Hoje pela manhã, tentei explicar para um inglês sobre a tal “anistia ao caixa 2” que o Congresso Nacional esta tentando aprovar. Depois da terceira tentativa, pedi desculpas pelo meu inglês fraco e ele disse que o problema não era o meu inglês. Ele não estava mesmo era entendendo e nem acreditando no tamanho do absurdo que eu estava relatando para ele. Não é difícil entender a perplexidade do inglês diante de uma situação tão impensável como esta, mesmo que o próprio Reino Unido esteja vivendo seu próprio pesadelo político neste momento com o Brexit. Mas, a atitude explicita e descarada do congresso Brasileiro em legalizar o crime cometido por deputados e senadores incluindo o próprio presidente da república, que usou dinheiro ilícito para campanhas eleitorais, só é aceitável aos olhos dos Brasileiros. Em qualquer outro país do mundo o governo teria caído por inteiro, fosse pelas mãos da justiça ou abaixo de porrada do povo. Tentem fazer isso na França e o resultado é a guilhotina. Lá não tem avião da FAB para conduzir bandido para Curitiba em classe executiva. O Brasil da tratamento privilegiado a bandidos como Eduardo Cunha enquanto a policia e a população, fuzilam e lincham suspeitos na periferia.

A urgência destes bandidos de Brasilia para aprovarem esse projeto de Lei é compreensível. Até mesmo a mente lenta do nosso povo, uma hora ou outra cai na real e invade a capital em busca de justiça como fez em 2013. O crime do caixa 2 é um certificado de cassação de mandato e nesse caso em especial, só restaria o pessoal da limpeza em Brasilia.

Pessoalmente, no que se refere a política Brasileira, parei de acreditar no impossível, e passei a acreditar em possibilidades porque no Brasil, tudo é possível. A começar pelo impeachment da presidente Dilma. A peça chave para possibilitar a aprovação de um plano inconstitucional e ilegítimo que derrubaria uma presidente democraticamente eleita, se encontra preso por corrupção e lavagem de dinheiro. O próprio presidente Temer admitiu a farsa ao declarar em entrevista, que a presidente Dilma caiu por ter recusado uma proposta da base aliada na qual Temer chamou de “ponte para o futuro”. Não que eu tenha sido contra a queda da Dilma. Pessoalmente acredito que ela tenha sido a presidente mais incompetente da história Brasileira. Mas, num país democrático, o presidente deveria cair da mesma forma com que subiu ou seja, pelo voto. A exceção seria o crime, mas nem isso conseguiram provar contra a Dilma. Ao contrário, a maioria dos que votaram a favor do impeachment estavam sob investigação por corrupção e lavagem de dinheiro. Agora, os mesmos bandidos querem anistia ao crime que cometeram. O artigo quinto da Constituição Federal é usado como papel higiênico em Brasilia e o povo parece não fazer muita questão de impedir a pratica, desde que não usem a bíblia para as mesmas finalidades.

O povo Brasileiro também não deixa por menos com seu comportamento indiferente e vergonhoso diante de tanta sujeira política. Fico imaginando o que poderia ser mais patético do que assistir pessoas piscando a luz da sala do seu apartamento e batendo panelas contra a corrupção, na esperança de aparecer no Jornal Nacional. Como se isso fosse comover os senhores da corrupção em Brasilia. Espero que nunca aconteça, mas se um dia um ladrão bater na porta da sua casa, experimente piscar a luz da sala para ver se ele vai embora. Francamente, é vergonhoso! Outros preferem ir as ruas protestar em favor da democracia segurando uma faixa pedindo o fim da democracia. Como é possível ter esperança num país assim? O médico formado em universidade federal ou seja, 100% financiado pelo povo, critica o governo de ser assistencialista. O ser vivo que não pagou um centavo pelo curso universitário e ja na sua primeira consulta ira cobrar do mesmo povo que pagou sua formação,  faz críticas ao bolsa família que paga R$60 Reais por mês para uma família pobre não passar fome. Como ter fé num país onde o pastor pede para o crente deixar seu carro para a igreja e ir embora a pé, e depois vai embora de helicóptero carregado de dinheiro, dando risadas da desgraça alheia? Os mesmos pastores que se dizem filhos de Deus, protetores da moral e dos bons costumes, se reúnem hoje a um presidente ateu para planejar um golpe e livrar os próprios rabos dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro que cometeram contra a nação. É tragicamente cômico!

Querem eleger Bolsonaro como o próximo presidente do Brasil. Como não chorar diante de tamanha pobreza intelectual? Querem eleger um cara que usa o lema “bandido bom é bandido morto” mas senta ao lado de bandidos todos os dias. Trabalha com bandidos todos os dias, e vive no maior ninho de ratos do país. Tem bandidos como aliado para promover sua próxima candidatura a presidência da república, que usa o lema bandido bom é bandido morto que na verdade significa, pobre e negro da periferia bom, é pobre e negro da periferia morto. Apóia projeto de lei que prevê salário vitalício para vereadores do Rio de janeiro onde a policia militar enfrenta um narcotráfico com poder anti-aéreo  maior do que a própria policia do seu estado. Como é possível viver num país que vê Bolsonaro como solução para qualquer coisa?

Me sinto constrangido e envergonhado ao assistir o comportamento patético dos políticos e do povo Brasileiro diante dos absurdos que ocorrem no país nos últimos anos. Mas a minha vergonha não é de ser Brasileiro. Essa vergonha eu nunca tive. Eu não entreguei meu passaporte na saída e nunca farei isso. Mas, rebato as criticas de que é fácil falar aqui de fora. O sofrimento de quem ama é igual em qualquer lugar do mundo amigos! É bem verdade que a ausência de medo aqui, colabora com a qualidade de vida, mas o que isso tem a ver com a minha crítica ao Brasil?

Tenho certeza que a maioria dos Brasileiros sairiam do Brasil hoje se tivessem oportunidade, e nem por isso eu os culparia. Quem tenta lutar por um país melhor acaba linchado pela policia militar em praça pública como aconteceu com os professores em Curitiba, ou são taxados de vagabundos como aconteceu com os estudantes. Fico imaginando um rótulo para quem protesta acendendo e apagando a luz da sala do apartamento ou confundindo a bandeira Japonesa com uma bandeira comunista,  e ainda vai dormir orgulhoso por ter aparecido no Jornal Nacional.

Poucos percebem que eu poderia ter esquecido o Brasil para viver como muitos Brasileiros vivem aqui, dizendo que são Italianos ou Portugueses. Mas eu amo meu país, talvez mais do que muitos que me criticam por morar fora. Quero ver meu país dar certo. Quero ver meus amigos tendo melhores oportunidades. Quero ver minha família tendo acesso a uma vida melhor. Mas me recuso a jogar esse jogo sujo e viver num lugar onde ser honesto e sério é quase um pecado capital. Por isso, assisto aflito e inquieto aqui de fora, ao desenrolar de mais um capítulo triste da nossa história. É difícil assistir calado a deterioração de um país que a pesar do potencial, se recusa a aceitar que tem condições de ser um país de primeiro mundo. Por isso critico o que precisa ser criticado, e peço que não tentem tirar meu direito de critica-lo. Não existe argumento que impeça uma crítica, existe apenas o medo de aceitar a condição na qual a crítica denuncia. A minha denuncia não é um insulto. Minha denuncia é um convite desesperado a reflexão, porque a verdade pode ser uma ofensa, mas não é um pecado. Apresentem seus argumentos e eu terei o prazer de debater novas idéias. Hoje, mais uma vez, assim como milhões de Brasileiros, eu também vou dormir com raiva…

 

One thought on “O BRASIL E SEUS ABSURDOS (crítica)

  1. Eu publiquei meu texto no Face ande de ler o seu, ta!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s