A Florença do Conhecimento

By: Michaell Lange,

Florença, Italia, 05/01/16 –

Dois dias para conhecer Florença é quase um insulto a grandiosidade da importância que essa cidade representa para a humanidade. Seriam precisos no mínimo, 30 dias bem organizados para se ter uma idéia do que Florença realmente tem para oferecer em conteúdo histórico, artístico e cientifico.
Eu cresci assistindo o programa da Xuxa e do Faustão, quase como uma imposição social promovida por uma cultura de alienação que continua em alta em pleno século 21. Grande parte do mundo hoje sofre desse mal assim como a maioria dos Brasileiros. Parece que em algum ponto da sociedade humana, a barreira do conhecimento é vetada para quem tem pouco ou um pouco menos.

Perambulando pelas ruas desta cidade que mais parece um livro imenso, pensei, como é possível todo esse conhecimento ao ar livre e tão acessível a todas as pessoas que estão aqui, estar sendo praticamente mantido em segredo e fora do alcance de tantos milhões de outros seres humanos que não tem o suficiente para ter o direito de saber um pouco mais. É verdade, eu tenho pouco e precisei renunciar de muitas coisas para poder estar aqui hoje. Foi uma escolha minha mas, até dois dias atras, Michelangelo e Leonardo da Vinci, eram para mim, apenas dois pintores famosos de alguns dos quadros mais caros do mundo. Galileu, era apenas um astrônomo que havia questionado o sistema estabelecido de sua época e teria sido morto na fogueira da inquisição ao invés de uma provável infecção no peito. O mito dos super heróis da Disney e de Hollywood, incluindo a Xuxa, o Fofão, Angélica, Sérgio Malandro e Mara Maravilha, da hollywood Brasileira, sempre foram minhas referencias de infância e continuam sendo, eu sei, para milhares de outras crianças ao redor do mundo, vítimas deste sistema absurdo. O Super Homem, o Batman, a Shira, o He-Man, entre outros falsos super heróis, formam a barreira imoral e nefasto que condena grande parte da humanidade a um desenvolvimento atrasado e por tanto, sempre abaixo de quem teve ou tem, acesso ao conhecimento.

O que você diria se alguém lhe falasse sobre pessoas que não apenas tiveram inúmeras profissões mas, que também foram lideres e pioneiros em muitas delas? Confesso que depois de dois dias em Florença, meu certificado de Bacharel em Relações Internacionais e Política, pesa infinitamente menos que a dois dias atrás. Mas isso não deve ser motivo de tristeza, muito pelo contrário. Devemos sempre buscar mais em todos os sentidos do conhecimento e aprendizado. Imagine alguém conseguir ser não apenas um dos maiores pintores de todos os tempos mas, também um dos melhores escultores, arquiteto e poeta de todos os tempos? Pois, assim foi Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni. Leonardo da Vinci, não foi apenas um grande pintor. Leonardo di Ser Piero Da Vinci, foi escultor, arquiteto, cientista, musico, matemático, engenheiro, astronomo,  geólogo, anatomista, botanico, escritor, historiador, considerado pai da arquitetura, inventor dentre outras coisas, do helicóptero e do para-quedas. Galileu Galilei, não foi apenas um astrônomo que revolucionou seu tempo e questionou as verdades absolutas da igreja. Ele foi físico, engenheiro, filósofo e matemático, com influência incalculável no desenvolvimento tecnológico moderno incluindo o smartphone que usamos hoje. Agora me digam senhores, quem foi super-man, batman, Shira e he-man? Como é possível aceitarmos que nossas crianças tenham como heróis, figuras que nunca existiram e nunca foram nada além de ficção? Como podemos continuar aceitando o veto da educação de nossas crianças, imposto pelos governos e pelos interesses privados, que privam nossas crianças de mentes e pessoas fantásticas que revolucionaram a vida em nosso planeta em praticamente todos os aspectos possíveis?

Dois dias na cidade onde alguns destes mestres da arte, da ciência e história, viveram e estão sepultados, fez meus pensamentos voarem alto e muito além do que estava acostumado. Conheci Lorenzo de medici, outro mestre renascentista da art, política e diplomacia que influenciou de forma imensurável a história de Florença e por consequência, a própria história do ser humano. São tantos gigantes em um só lugar que é difícil absorver tamanha injeção de conhecimento de uma vez só. Até mesmo o criador da mundialmente famosa história do Pinoquio, Carlo Lorenzini, esta sepultado em Florença. Imagino que tantos outros gigantes descansam por estas esquinas e que não tive tempo de descobrir. Mas, o legado destes gigantes esta exposto em cada metro quadrado desta cidade, em cada esquina, e até mesmo nas pizzas servidas aos visitantes esfomeados, feitas com um talento digno do Italiano da Toscana.
Vou embora com planos de retornar a esta cidade com meu filho ja mais crescido. Desejo voltar aqui com a intenção principal de liberta-lo da armadilha cultural e da alienação de que um dia fui vitima. Nada é mais poderoso e libertador que o conhecimento!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s