Desfocando e Observando: A Crise Política é Maior Que a Crise Econômica? (Analise Política)

By: Michaell Lange.

London, 10/08/15 –

O impasse entre a presidencia e o congresso federal parou o Brasil. As ações que deveriam ser prioridade para combater a crise econômica foram deixadas de lado e deram lugar a uma irresponsável batalha política entre políticos da base aliada, oposição e situação. O país parece ter sido abandonado pela presidência e pelo congresso nacional, e a medida em que a crise política e econômica se agravam, a maior preocupação dos políticos em Brasilia parece ser as investigações da Lava Jato. Brasilia se tornou uma zona de guerra com um tiroteio de acusações fora do controle onde todo mundo atira para todos os lados e as balas perdidas acertam hora aliados, hora opositores. O governo como um todo, esta perigosamente enfraquecido e envolto numa situação caótica. A oposição, que tomou conta do congresso, criou manobras nunca vistas na história da casa para desviar-se e defender-se de todas as formas do tufão lava jato. A presidente da Republica tenta juntar os cacos que sobraram da sua base aliada e do seu próprio partido para tentar voltar a governar o país ao invés de passar a maior parte do tempo se defendendo de ataques vindo de todos os lados. Para a oposição, culpar a presidente por tudo, tem sido uma estratégia de sucesso. A antipatia e a total falta de habilidade e articulação da presidente tem sido um prato cheio para a oposição. A falta de talento da presidente deixou a oposição a vontade para transformar uma crise relativamente pequena e facilmente controlável, parecer um furacão de categoria 5. O resultado dessa estratégia ilusionista, que deixaria até mesmo o mestre do ilusionismo David Copperfield morrendo de inveja, foi o maior nível de desaprovação popular ja exercida por um presidente da republica. Falar mau da presidente se transformou em sinônimo de inteligência, e defende-la é um crime hediondo. Jô Soares chegou a receber ameaça de morte, e o ator José de Abreu sofre campanha nas redes sociais pedindo o boicote de todos os seus trabalhos. Até mesmo o ex-presidente Lula usa da modéstia para falar sobre a presidente. Nem mesmo o envolvimento de quase todos os principais membros da oposição nas investigações da Lava jato, incluindo Renan Calheiros, Eduardo Cunha e Aécio Neves, parece melhorar o quadro de desaprovação da Presidente da Republica.

Por outro lado, se deixarmos de lado um pouco da situação desesperadora apresentado diariamente pela mídia principal, não fica difícil perceber que a crise econômica atual não é, nem de longe, parecida com o que o Brasil ja enfrentou no passado. Para quem ja viveu 70% de inflação ao mês e dois acordos com o FMI e viu boa parte das grandes empresas estatais Brasileiras serem entregues para capitais internacionais, entende que a crise atual é muito mais uma crise política do que uma crise econômica. Para quem esta assustado com a desvalorização do Real, vale lembrar que até 1990 o Brasileiro fazia compra com nota de 50.000 Cruzeiros. Mesmo assim, grande parte dos jovens Brasileiros não viveu essa época e por tanto, não lembra da época em que as famílias compravam o “rancho” para o mês inteiro porque a hiper-inflação consumia o salário do trabalhador com a mesma ferocidade que um leão faminto consome sua presa. Ao mesmo tempo, o Brasileiro não deve aceitar que os problemas do passado justifiquem os problemas do futuro, afinal de contas, ninguém gosta de sofrer uma crise econômica, principalmente depois de ter vivido uma onda de crescimento econômico de mais de uma década onde a construção civil, a industria de alimentos e produção além da balança comercial, desfrutaram de crescimentos records. É evidente que a situação atual é delicada para milhões de Brasileiros que hoje, tem dificuldades em pagar suas contas. Toda critica direcionada ao atual governo é perfeitamente justificável, afinal, são eles que estão no poder. Porem, é importante lembrar que diferentemente de uma ditadura absolutista onde todas as decisões são tomadas por uma única pessoa, na democracia o poder executivo exercido pela presidente é constantemente desafiado pelo congresso nacional que também tem a função de  criar Leis e aprovar projetos.

O atual caos político no Brasil tem uma razão que poucas pessoas conseguem ver por conta da cortina de fumaça criada pela forte propaganda de desinformação promovida pelo governo e pela oposição, que confunde e certamente desinforma o cidadão que depende apenas do que é noticiado pela grande mídia. O PT, mesmo desunido na sua base política atual, tem um plano concreto e praticamente infalível para continuar no poder depois das eleições de 2018. O Brasileiro vai sofrer com a crise criada pelo reajuste fiscal do governo federal até o final de 2016. Depois disso, o governo federal ira investir forte em infra-estrutura, segurança, saúde e educação. Estradas serão duplicadas, Portos e aeroportos serão ampliados ou reconstruídos, novos hospitais, escolas e universidades serão criadas. Impostos serão cortados e os preços da energia, agua e combustíveis irão baixar drasticamente. Estas iniciativas irão criar uma nova onda de otimismo e o povo voltara a consumir. Os juros irão baixar novamente e os empréstimos para a compra de casas e carros serão facilitados. A economia Brasileira voltara a crescer e a crise ficará no passado. As verbas para esses investimentos colossais, virão da atual reserva de capital do governo federal que gira em torno de R$ 300 bilhões Dólares e de acordos de investimentos que serão assinados com o novo Banco de investimentos do BRICS. Vale Lembrar que o Brasil não tem acordos financeiros atuais com o FMI ou Banco Mundial. Na metade de 2017 o ex-presidente Lula se lança candidato a presidência da republica, que aliado ao crescimento econômico não dará chances a oposição. O PMDB desistirá de apresentar um candidato próprio e apoiará a candidatura de Lula. Em 2018 Lula sera eleito presidente e certamente ficará mais oito anos no governo. A única alternativa para a oposição sera um golpe militar aos moldes de 1964 que desta vez poderá levar o Brasil a uma guerra civil, algo que não seria bom para ninguém e por isso, mesmo esta alternativa não sera visto como uma opção positiva. As Eleições presidenciais nos EUA terão um grande peso sobre o futuro politico Brasileiro. Uma vitória do Republicano Donald Trump pode ser desastrosa para o Brasil, mas se Hillary Clinton for a vencedora, um golpe militar no Brasil em 2018 seria algo improvável.

Para ter qualquer chance de tirar o PT do poder em 2018, a oposição precisará convencer o PMDB a apoia-lo. Sem o PMDB ninguém vence as eleições para presidente no Brasil. Além disso, a oposição precisará urgentemente controlar seus discípulos mais extremistas e adotar um discurso menos agressivo e mais positivo. Definir um novo candidato sera outro grande desafio. Aécio Neves é praticamente inelegível. Com muita transformação, Aécio pode até ser vice, mas nada além disso. O candidato da oposição precisará ter bom histórico, ser moderado, confiável e carismático o suficiente para desafiar a popularidade de Lula. As duas fortes combinações possíveis e que dariam chances reais de vitória em 2018 para a oposição, seriam Aécio neves como vice de Geraldo Alkmin, ou Joaquim Barbosa com um PMDBista de vice. mas, convencer Joaquim Barbosa seria uma tarefa tão difícil quanto ganhar as eleições. De qualquer forma, a oposição precisa começar a trabalhar duro agora porque não ha tempo a perder. Para isso, os Tucanos precisam deixar de lado a idéia de impeachment, voltar a mesa de reunião e planejar as estratégias necessárias. Entre elas esta, fazer as pazes com o atual governo e ajudar o país a sair da crise econômica para juntar créditos para serem usados na campanha presidencial de 2018. É pouco provável que a cúpula da oposição esteja pronta para esta decisão no momento, mas é certo que quanto mais tempo eles levarem para se organizar, menor serão as chances do PT sair do poder em 2018.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s